Busca

REVDUP MOTORCYCLES

ūüĒ•Encomendas InternacionaisūüĒ• Pe√ßas & Acess√≥rios & vestu√°rio

Moto Voadora – Realidade ou Sonho – REVDUP!!!


FOTO 1

As¬†motos voadoras sempre apareceram em filmes e hist√≥rias de¬†fic√ß√£o cient√≠fica.¬†Dos “Jetsons” √† “Star Wars”, a ideia de montar em uma moto e voar por a√≠ sempre povoou o imagin√°rio de engenheiros e motociclistas. Agora essa ideia¬†est√°¬†bem perto de se tornar realidade.¬†Speeder tem quatro motores turbojato¬†e¬†chega¬†a 240 km/h. Moto voadora¬†tem autonomia para cerca de 20 minutos de voo.

Ao menos é o que promete a empresa de aviação norte-americana, Jetpack, com sua Speeder, uma motocicleta voadora auto-estabilizada, movida a turbina a jato capaz de atingir velocidades de 240 km/h, voar por 20 minutos e atingir a altitude de 4500 metros. O nome escolhido não por acaso é o mesmo das motos voadoras dos Stormtroopers do Império em Star Wars. Speeder pousa e decola verticalmente no espaço de um automóvel.

FOTO 4

A empresa, sediada na Califórnia, já está, inclusive, aceitando encomendas da Speeder pessoal. O valor é de US$ 380 mil (cerca de R$ 1,5 milhão). Capaz de decolar e pousar verticalmente, a Speeder ainda está em fase de desenvolvimento. Mas o projeto prevê um conjunto de quatro motores turbojato, que combinam uma potência máxima suficiente para levantar a estrutura do veículo que pesa 105 kg e um piloto de até 109 kg.

Eles tamb√©m s√£o equipadas com controle¬†fly-by-wire¬†(acelerador eletr√īnico) que permite que o Speeder se auto-estabilize no ar, muito parecido com um drone quadcopter. Rodando com querosene, JetA ou diesel, voc√™ pode ficar entre 10 e 22 minutos no ar, dependendo do peso do piloto e da densidade da altitude.

Para pilotar a Speeder da Jetpack o futuro motociclista (ou seria piloto?) terá que fazer um treinamento na empresa e ter o brevê para poder voar com a aeronave. Há planos de se produzir uma versão ultraleve da moto voadora, que terá menos autonomia e chegará a cerca de 100 km/h.

Todas as informa√ß√Ķes sobre a Speeder da Jetpack¬†s√£o¬†interessantes e curiosas, mas o site da empresa mostra apenas¬†imagens e v√≠deos gerados por computador, o que poderia fazer os mais c√©ticos se perguntarem se a moto voadora ser√° mesmo real. Se voc√™¬†tiver um dinheiro sobrando e quiser arriscar, √© s√≥ fazer a pr√©-encomenda com um sinal de US$ 10 mil para garantir a sua.

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúBLOG DA INFOMOTO‚ÄĚ https://infomoto.blogosfera.uol.com.br (adaptado)

Créditos: Arthur Caldeira

“NEW” – Harley Davidson Electra Glide Standard – REVDUP!!!


FOTO 1

A americana Harley-Davidson, instalada oficialmente no Brasil, com linha de montagem em Manaus, Amazonas, apresentou no início do mês em Milwaukee, Wisconsin, EUA, onde fica a sua sede, o inédito modelo Electra Glide Standard. A motocicleta ainda não tem confirmação de desembarque no Brasil, porém, agora como modelo de entrada da linha touring pode se tornar opção. A irmã touring mais luxuosa, Electra Glide, saiu de linha no Brasil para dar espaço ao modelo touring topo de linha, Ultra Limited. O caminho agora pode ser inverso, com a Electra Glide Standard.

O modelo Electra Glide original tamb√©m foi lan√ßado em Milwaukee, em 1965. A ent√£o sofisticada motocicleta foi uma das respons√°veis pela consolida√ß√£o da fama de estradeira da marca, inaugurando o segmento das ‚ÄúGrand Touring‚ÄĚ (grandes motos de turismo) equipadas com malas laterais, para brisa e paralamas envolventes, al√©m do tradicional motor de dois cilindros em V. Para al√≠vio dos pilotos, o modelo tamb√©m inaugurou o sistema de partida el√©trica, sem dispensar o pedal (da√≠ o nome Electra), exigindo ado√ß√£o de bateria maior, 12 volts, e moderniza√ß√£o do sistema el√©trico, al√©m de mudan√ßas no quadro para abrigar os novos componentes.

FOTO 2

A nova Electra Glide Standard refaz esse caminho, com solu√ß√Ķes mais b√°sicas. De um lado, a sofistica√ß√£o dos modelos touring cresceu verticalmente, e al√©m dela, tamb√©m os pre√ßos. O modelo Standard pretende oferecer caracter√≠sticas estradeiras touring sem tanta ‚Äúinterfer√™ncia‚ÄĚ e requinte, para o piloto se integrar √† estrada e √† motocicleta, a um custo ‚Äúmenos alto‚ÄĚ e mais acess√≠vel. Dessa forma, o refinado sistema de ‚Äúinfotainment‚ÄĚ, com central multim√≠dia de tela digital sens√≠vel ao toque, mesmo de luvas, equipado com som e GPS no centro da carenagem, foi substitu√≠do por um porta-luvas.

A tradicional carenagem BatWing (que lembra as asas de morcego), outra marca registrada, foi mantida, assim como o √ļnico farol redondo dianteiro. Por√©m, conta com um sistema de ventila√ß√£o, com abertura central regul√°vel, acompanhado de um para-brisa mais curto. O banco tamb√©m √© do tipo touring, com encosto lombar, mas √© do tipo ego√≠sta, somente para o piloto. O assento extra √© acess√≥rio. O painel mant√©m os instrumentos redondos anal√≥gicos, incluindo o conta-giros, veloc√≠metro, indicador de n√≠vel de combust√≠vel, al√©m de luzes de advert√™ncia e o piloto autom√°tico para maior conforto nas viagens.

FOTO 3

A ergonomia de pilotagem tamb√©m obedece aos padr√Ķes touring. Bra√ßos esticados e p√©s apoiados em plataformas. Entretanto, o peso de 372kg em ordem de marcha (j√° abastecida) dificulta nas manobras em baixa velocidade, minimizado pela baixa altura do banco, a 680mm. As rodas s√£o de liga leve, com aro de 17 polegadas na dianteira e 16 na traseira. O sistema de freios conta com dois discos na dianteira, com pin√ßas de quatro pist√£os, tamb√©m presente no disco traseiro. A suspens√£o traseira tem duplo amortecedor com regulagem na pr√©-carga, e a suspens√£o dianteira tem tubos de 49mm de di√Ęmetro.

FOTO 4

O motor √© o cl√°ssico dois cilindros em V, com refrigera√ß√£o a ar e as especifica√ß√Ķes da nova gera√ß√£o batizada de Milwaukee Eight 107. O nome √© em homenagem √† cidade onde a Harley-Davidson nasceu h√° 115 anos, e 107 √© a sua capacidade c√ļbica expressa em polegadas, que convertida para cent√≠metros corresponde a 1.745cm¬≥ e Eight (oito) para indicar o n√ļmero de v√°lvulas. A Harley n√£o divulga a pot√™ncia, mas o torque √© abundante e atinge 15,3kgfm a apenas 3.250rpm. O motor √© acoplado a um c√Ęmbio de seis velocidades com a sexta mais longa (overdrive), para manter a velocidade em baixos giros nas estradas, com rela√ß√£o final por correia.

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúVRUM.COM.BR‚ÄĚ (adaptado)

Créditos: Téo Mascarenhas

 

Primeira moto el√©trica da Harley-Davidson, “Livewire” acelera igual Ferrari – REVDUP!!!


geneva1

Motocicleta faz de 0 a 100 km/h em 3 segundos, desempenho compar√°vel ao de carros esportivos. Custando US$ 30 mil, modelo chega √†s lojas dos Estados Unidos em agosto. O n√ļmero √© compar√°vel ao de carros superesportivos, como a rec√©m lan√ßada Ferrari F8 Tributo, que faz de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos.¬†Pre√ßo √© de US$ 30 mil nos EUA

A Harley Davidson divulgou os detalhes t√©cnicos de sua primeira moto el√©trica, a Livewire, que chega √†s lojas dos Estados Unidos em agosto. Depois de diversas melhorias em rela√ß√£o ao primeiro conceito apresentado em 2014, a montadora finalmente revelou os n√ļmeros finais de performance do modelo.

Como nos Estados Unidos as medidas de velocidade s√£o em milhas, a marca anunciou que a Livewire faz de 0 a 60 milhas/h (97 km/h) em cerca de 3 segundos. Para a autonomia de rodagem com uma carga na bateria, a moto roda 140 milhas (225 km), na cidade, ou 88 milhas (142 km), em percurso misto com estrada.

Veja o desempenho abaixo:

  • 0 a 100 km/h em cerca de 3 segundos
  • Autonomia de at√© 225 km
  • Recarga de at√© 80% da bateria em 40 minutos
  • Recarga completa em 60 minutos

No início do ano a Harley já havia divulgado o valor da moto: US$ 29.799, com vendas começando em agosto, nos Estados Unidos. O montante seria equivalente a mais de R$ 115 mil no Brasil, ainda sem contar outras taxas, mas ainda não há previsão de vendo no mercado brasileiro.

A investida em modelos elétricos da Harley-Davidson não deve parar por aí. Depois da Livewire, o caminho deve levar a veículos menores para a mobilidade nas cidades. Entre os conceitos já apresentados, estão um scooter elétrico e uma bicicleta elétrica.

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles #revdup_motorcycles #revdup

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúAUTO ESPORTE‚ÄĚ (adaptado)

 

Andar de moto aumenta concentra√ß√£o e diminui estresse – REVDUP!!!


Fazendo_curvas_com_motos

Muitos motociclistas não se cansam de afirmar que andar de moto é uma forma de reduzir o estresse e manter uma mente positiva e saudável. Mas, o então senso comum agora pode se apoiar nos resultados de um estudo neurobiológico conduzido pelo Instituto Semel de Neurociência e Comportamento Humano da Universidade da Califórnia em Los Angeles.

Conduzido por três pesquisadores, a pesquisa revelou evidências científicas inéditas sobre os benefícios físicos e mentais de pilotar uma moto. O estudo descobriu que o motociclismo aumentou as métricas de foco e atenção e diminuiu os níveis relativos de cortisol, um marcador hormonal de estresse.

Os pesquisadores registraram a atividade cerebral e os níveis hormonais dos participantes antes, durante e depois de pilotar uma moto, dirigir um carro e descansar. Ao andar de moto, os participantes experimentaram maior foco sensorial e resiliência à distração.

Pilotar por apenas 20 minutos tamb√©m produziu um aumento nos n√≠veis de adrenalina e frequ√™ncia card√≠aca, bem como uma diminui√ß√£o nas m√©tricas de cortisol ‚Äď rea√ß√Ķes frequentemente associadas a exerc√≠cios leves e redu√ß√£o do estresse.

‚ÄúOs n√≠veis de estresse, especialmente entre os jovens adultos, continuam aumentando e as pessoas est√£o procurando formas de melhorar sua sa√ļde mental e f√≠sica. At√© recentemente, a tecnologia para medir rigorosamente o impacto de atividades como o motociclismo no c√©rebro n√£o existia‚ÄĚ, ressaltou o Dr. Don Vaughn, o neurocientista que liderou a equipe de pesquisa. “O c√©rebro √© um √≥rg√£o incrivelmente complexo e √© fascinante investigar rigorosamente os efeitos f√≠sicos e mentais que os motociclistas relatam”.

“Enquanto os cientistas estudam h√° muito tempo a rela√ß√£o entre respostas cerebrais e hormonais √† aten√ß√£o e ao estresse, faz√™-lo em condi√ß√Ķes da vida real como essas √© raro”, explicou o professor da UCLA e membro da equipe s√™nior, Dr. Mark Cohen. “Nenhuma experi√™ncia de laborat√≥rio pode duplicar os sentimentos que um motociclista teria na estrada.”

“As diferen√ßas nas respostas neurol√≥gicas e fisiol√≥gicas dos participantes entre a pilotagem de uma moto e outras atividades medidas foram bastante pronunciadas”, continuou o Dr. Vaughn. “O que pode ser significativo para reduzir o estresse do dia a dia.”

Vis√£o geral da pesquisa¬†A equipe de pesquisa monitorou a atividade cerebral e a frequ√™ncia card√≠aca dos participantes, bem como os n√≠veis de adrenalina, noradrenalina e cortisol. Apresentado no in√≠cio deste ano, o estudo financiado pela Harley-Davidson, intitulado ‚ÄúOs efeitos mentais e f√≠sicos de pilotar uma motocicleta‚ÄĚ mediu as respostas biol√≥gicas e fisiol√≥gicas de mais de 50 motociclistas experientes, usando a tecnologia de¬†Eletroencefalografia m√≥vel.

‚ÄúOs resultados da pesquisa que o Dr. Vaughn e sua equipe identificaram ajudam a explicar o que nossos motociclistas e f√£s sentiram nos √ļltimos 116 anos – h√° uma vitalidade e uma experi√™ncia sensorial intensificada que vem da liberdade de andar de moto. Esperamos que suas descobertas inspirem a pr√≥xima gera√ß√£o de pilotos a experimentar esses benef√≠cios junto conosco ‚ÄĚ, concluiu Heather Malenshek, vice-presidente s√™nior de marketing e marca da Harley-Davidson.

Destaques do Estudo:

– Pilotar uma motocicleta diminuiu os biomarcadores hormonais do estresse em 28%

РEm média, andar de moto por 20 minutos aumentou a frequência cardíaca dos participantes em 11% e os níveis de adrenalina em 27% Рsemelhante ao exercício leve

РO foco sensorial foi aprimorado ao andar de motocicleta em comparação a dirigir um carro, um efeito também observado em meditadores experientes e não-praticantes de meditação

– Altera√ß√Ķes na atividade cerebral dos participantes do estudo durante a pilotagem sugeriram um aumento no estado de alerta semelhante a beber uma x√≠cara de caf√©

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúMOTO TOUR‚ÄĚ (adaptado)

Créditos: Arthur Caldeira

Harley-Davidson faz recall de 14 modelos – REVDUP!!!


img49608-1332505085-v580x435

A Harley Davidson anunciou nesta segunda-feira (5) o recall de 2.586 unidades de 14 modelos no Brasil por possível defeito no sistema de embreagem. De acordo com a montadora, pode ocorrer uma falha no anel de vedação do cilindro secundário e vazamento de fluído. Desse modo, o motociclista não conseguirá acionar a embreagem, o que poderá levá-lo a uma queda ou colisão.

“Quando o fluido de freio DOT 4 n√£o √© substitu√≠do ap√≥s longo per√≠odo de uso, o excesso de umidade do ar absorvida formar√° part√≠culas que, em alguns casos, ficar√£o depositadas nos componentes do sistema de freio, podendo impactar a unidade de controle hidr√°ulico do ABS e ocasionar seu eventual travamento em situa√ß√Ķes pontuais e extremas, com risco de colis√£o e queda”, diz o comunicado.

q98a7172-b

A Harley Davidson do Brasil realizará a limpeza completa do sistema e a troca do fluído por outro, com uma nova especificação. A fabricante recomenda também que os proprietários agendem o procedimento, feito nas concessionárias da marca, com antecedência.

O serviço completo terá, no máximo, uma hora e meia da duração, de acordo com a Harley-Davidson do Brasil. Confira a listagem das motos convocadas para o recall:

MODELOS ANOS DE FABRICAÇÃO ANO MODELO CHASSIS NÃO SEQUENCIAIS
FR ‚Äď Road King Classic 2007 a 2011 2008 a 2011 9321FR4108M603443 a 9321FR41X9M654580
9321FR4408M637036 a 9321FR4498M679625
9321FR4J0AD616375 a 9321FR4JXAD649447
9321FRMJ0BD621304 a 9321FRMJXBD678707
FHMC ‚Äď Road King Police 2009 2010 e 2011 5HD1FHMC1AB608659 a 5HD1FHMCXAB615240
FMM ‚Äď Electra Glide Police 2011 2011 5HD1FMMCXBB674850
FC ‚Äď Electra Glide Ultra Classic 2007 a 2011 2008 a 2011 9321FC4108M603407 a 9321FC41X9M654592
9321FC4J0AD625283 a 9321FC4JXAD652264
9321FCMJ0BD610672 a 9321FCMJXBD665436
FF ‚Äď Electra Glide Classic 2007 a 2009 2008 e 2009 9321FF4108M603425 a 9321FF41X9M656540
PG8 ‚Äď Road King CVO 2007 2008 5HD1PG8118Y951284 a 5HD1PG8158Y951286
PR8 ‚Äď Ultra Classic Electra Glide CVO 2008 e 2009 2009 e 2010 5HD1PR8129Y950741 a 5HD1PR81X8Y951098
5HD1PR8C0AB951850 a 5HD1PR8C9AB950065
PZ8 ‚Äď Street Glide CVO 2009 2010 5HD1PZ8C1AB950111
HH ‚Äď Night Rod Special 2009 a 2011 2009 a 2011 5HD1HMH108K805151 a 5HD1HMH1X8K813130
5HD1HHH109K809662 a 5HD1HHH1X9K808650
9321HHHJ0AD801797 a 9321HHHJXBD806149
HK ‚ÄstV-Rod 2007 2008 5HD1HKH108K804411 a 5HD1HKH1X8K813181
5HD1HKH408K808484 a 5HD1HKH488K800746
HP ‚Äď V-Rod Muscle 2010 2011 9321HPHJ0BD805389 a 9321HPHJXBD806274 e 5HD1HPHCXBC803024

As unidades foram fabricadas entre 2017 e 2018:

  • Road King Police
  • Road King Classic
  • Road King Special
  • Street Glide
  • Street Glide Special
  • Street Glide Special Anniversary
  • Ultra Limited
  • Ultra Limited Anniversary
  • Road Glide Ultra
  • Road Glide Special
  • CVO Street Glide
  • CVO Ultra Limited
  • CVO Ultra Limited Anniversary
  • Road Glide Custom

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúMOTO.COM‚ÄĚ / “G1” (adaptado)

PEUGEOT MOTOS, UM RETORNO PROV√ĀVEL – REVDUP!!!


p2x_roadster_peugeot-8276343

A Peugeot, tradicional fabricante de carros, apresentou o que seria o primeiro modelo de sua linha de motocicletas nesta semana, no dia 15 de outubro durante o Sal√£o do Autom√≥vel de Paris. Chamada de P2X, a moto tem duas op√ß√Ķes de pot√™ncia 125 cc e 300 cc.

Apesar de ser oferecida em duas vers√Ķes, os modelos utilizam o mesmo motor monocil√≠ndrico DOHC de arrefecimento l√≠quido. No quesito design, a vers√£o 125 traz inspira√ß√£o da Peugeot 515, fabricada nos anos 1930. A refer√™ncia √© vista, principalmente, no logo antigo da marca, aplicado nas laterais e rodas raiadas. J√° a 300 cc usa as cores da divis√£o esportiva da Peugeot e conta com assento individual.

peugeot_p2x_paris_bm_3-8276341

A dupla possui características de motos clássicas, como tanque de linhas retas e rodas raiadas. Já outras escolhas, vistas na rabeta encurtada e suporte de placa rente à roda, são derivadas de projetos atuais.

A Peugeot não revelou detalhes técnicos sobre o modelo. Mas já se sabe que elas trarão freios ABS nas duas rodas, painel colorido do tipo TFT de cinco polegadas com conexão Bluetooth, que permite o emparelhamento de smartphones, e navegador GPS.

Além disso, o modelo tem farol, lanterna e setas em LED e tanque com capacidade de 12 litros. Segundo especialistas do segmento, a base do Peugeot P2X parece ter sido feita em parceria com a fabricante indiana Mahindra.

peugeot_p2x_roadster_1

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúAUTOMANIA‚ÄĚ (adaptado)

 

 

Indian 2019. Revolu√ß√£o e Tecnologia – REVDUP!!!



FOTO 1

Indian Scout

Começando pelas Indian Scout e Indian Scout Bobber, ambas vão ganhar um novo rosto, com novas pinturas disponíveis, assim como uma tomada USB junto do velocímetro, facto que mostra como a marca acompanha a tecnologia atual e as exigências que os seus clientes fazem para o dia-a-dia. Para os modelos vendidos entre 2015 e 2019 a Indian vai também disponibilizar, como acessório, uma tomada USB que poderá ser instalada tanto na Scout como na Scout Sixty ou na Scout Bobber.

Em 2019, a Scout, equipada com o motor de 1133cc, que debita 94 cavalos de potência, vai surgir no mercado nas cores Thunder Black, Deep Water Metallic, Indian Motorcycle Red, Metallic Jade e ainda nos esquemas cromáticos Willow Green com Ivory Cream e Indian Motorcycle Red com Thunder Black.

FOTO 2

Para 2019, a Scout Bobber, um modelo lançado em 2017 e que se tem vindo a revelar um grande sucesso na Europa, vai estar disponível em 4 cores: Bronze Smoke (mate), Black Smoke, White Smoke e preto brilhante.

FOTO 3

Todos os modelos equipados com o motor Thunder Stoke 111 foram alvo de actualiza√ß√Ķes mais profundas. As novas tecnologias contribuem agora para uma condu√ß√£o personalizada, melhorando o desempenho e o conforto. Destacam-se:

Modos de Condução Selecionáveis.

Graças ao acelerador electrónico, os condutores podem escolher, mesmo em andamento, entre três modos de condução, Tour, Standard ou Sport, para uma experiência de condução diferente e melhorada. O modo Tour responde de uma forma suave a um acelerador que permite um passeio descontraído. O modo Standard dá uma forma equilibrada de fornecimento de potência, dando uma resposta notória à aceleração para uma condução previsível de baixa velocidade em estrada. Já o modo Sport oferece toda a potência de uma forma agressiva para uma aceleração total e elevados níveis de adrenalina.

Desativação automática do Cilindro Traseiro

De uma forma autom√°tica, todos os modelos equipados com o motor Thunder Stoke 111 est√£o equipados com esta nova tecnologia de desactiva√ß√£o do cilindro traseiro. Quando o motor atinge a temperatura normal de funcionamento e a temperatura ambiente ultrapassar os 15¬ļC, o cilindro traseiro √© automaticamente desligado enquanto a mota est√° parada.¬†Como resultado h√° uma diminui√ß√£o not√≥ria do calor a irradiar do motor, para um maior conforto do motociclista e eventual passageiro no meio de tr√Ęnsito intenso. O cilindro traseiro √© de novo reactivado instantaneamente e sem qualquer hesita√ß√£o quando o acelerador √© rodado.

Sistema de som aprimorado

A Indian fez ainda v√°rias melhorias ao seu sistema de som, de modo a melhorar a sua qualidade. Os tweeters foram separados das colunas interm√©dias para dar um som mais limpo e claro. Um novo equalizador din√Ęmico de 100watts, totalmente personaliz√°vel, foi incorporado nestes modelos. √Ä medida que a velocidade aumenta, o equalizador ajusta-se automaticamente de modo a compensar o ru√≠do da estrada, do vento e do motor, para obter um som cristalino durante qualquer tipo de condu√ß√£o.

Além disso, toda a gama recebe novas pinturas.

FOTO 4

A Roadmaster √© o “navio almirante” da Indian, e al√©m das novas funcionalidades permitidas pela electr√≥nica, e ainda com a finalidade de reduzir a temperatura irradiada pelo motor, as carenagens inferiores da mais tur√≠stica das Indian¬† tamb√©m foram redesenhadas, no sentido de proporcionarem um maior fluxo de ar para o motociclista.

Contam com uma entrada de ar que pode ser regulada conforme as condi√ß√Ķes atmosf√©ricas. Estas novas carenagens inferiores podem tamb√©m ser instaladas nos modelos Roadmaster anteriores.

FOTO 5

Os modelos Dark Horse ficam ainda mais escuros e ganham acabamentos em preto brilhante para dar um toque elegante e clássico.

A exce√ß√£o √© feita √† Indian Springfield Dark Horse, facilmente reconhecida pelo seu aspecto “bagger” proporcionada pelas malas laterais, que expande a sua oferta com a cor White Smoke (branco ba√ßo), al√©m do cl√°ssico Thunder Black Smoke que tem vindo a acompanhar o modelo ao longo dos anos.

FOTO 6

A Indian Motorcycle confirma ainda o in√≠cio da produ√ß√£o da FTR 1200, uma street tracker √°gil que traz uma nova din√Ęmica de est√©tica √† marca

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúANDAR DE MOTO‚ÄĚ (adaptado)

Capacete com ar condicionado para motos – REVDUP!!!


222

Você pagaria o equivalente a R$ 2,4 mil para fugir do calor?

Quem anda de moto sabe como √© dif√≠cil enfrentar o calor com a cabe√ßa enfiada em um capacete. N√£o √© √† toa que muitos motociclistas usam isso como desculpa para nem usar o capacete da forma correta (n√£o fa√ßa isso!). E se voc√™ pudesse manter a cabe√ßa fresca e protegida ao mesmo tempo? √Č a proposta do ACH-1, um capacete com ar-condicionado integrado feito pela empresa Feher e que custa US$ 599, cerca de R$ 2,4 mil pela cota√ß√£o atual.

feher-ach-1

O ACH-1 é o primeiro capacete com ar-condicionado integrado do mercado. A Feher usou a experiência que adquiriram criando bancos ventilados para marcas como Bentley, Ferrari, General Motors, Infiniti, Lexus e Rolls-Royce. Utiliza um tecido especial tubular, que ajuda a passagem do ar por todo o interior do capacete. A parte de trás conta com um pequeno ar-condicionado, que pode usar a energia elétrica da bateria da moto (por meio de cabos e do plugue 12V) ou com pacotes de baterias, vendidos separadamente.

444

Segundo a Feher, o sistema foi feito para reduzir a temperatura, ao inv√©s de criar um ambiente frio, evitando que tenha dores de cabe√ßa. O ar-condicionado consegue deixar o interior do capacete cerca de 9¬įC abaixo da temperatura ambiente. Ou seja, em um dia de 32¬įC, o motociclista iria sentir somente 23¬įC dentro do capacete. Em dias em que o calor n√£o √© t√£o intenso, √© poss√≠vel usar o modo de ventila√ß√£o ao inv√©s de resfriar o ar. E sem pesar mais, j√° que o equipamento todo tem 1,45 kg.

555

333

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site UOL ‚ÄúMOTOR 1.COM‚ÄĚ (adaptado)

“DARKSIDE” PNEU DE CARRO EM MOTO DE ALTA CILINDRADA – REVDUP!!!


39179872_1112134172267010_5053287142688555008_n

HD FXST – Pneu de carro em moto: impress√Ķes (Post¬†30 de jul de 2013 09:07¬†por Road Garage)

As Harleys Davidson equipadas com roda traseira de 6″ e pneu de 200mm sofrem com muitas trocas de pneus, que costumam rodar em m√©dia 10kkm (8kkm o Metzeler, 9kkm o maxxis, ver aqui: Troca do pneu traseiro 200/50-r17 Maxxis – FXSTB (nightrain) / FXST, e 16.000km o Michelin Commander II), enquanto as Harleys de pneu mais fino fazem 20.000km a 30.000km.

Até então o Michelin Commander II 200/55-R17 era a melhor opção, pois dava autonomia para fazer uma grande viagem e tinha bom grip. Fui com ele na viagem Ar/Ch, e o fato é que com muitas retas e moto carregada, o pneu de tão largo foi pouco exigido nas laterais, e ficou quadrado. Sendo assim, resolvi pesquisar e achei o melhor desenho de pneu de carro para o meu uso:
2013-07-11_16-23-47_754
(Pneu Maxxis 205/45 R17 I-PRO 88W)
Um pneu simétrico, com a lateral um pouco abaulada, e com largura, índice de carga e dureza compatíveis.
Impress√Ķes nos primeiros 200km:
 
Parece que todas as imperfei√ß√Ķes do asfalto querem te derrubar. A moto joga de um lado para o outro, e na hora de fazer a curva: caga√ßo. N√£o conhecia o limite, e a moto parecia deitar r√°pido demais quando chegava nas laterais dos pneus.
Impress√Ķes nos primeiros 500km:
 
Você se acostuma com o jogo da moto, e começa a ficar imperceptível. Afinal, Softail joga a traseira naturalmente. Na curva, você começa a testar os limites com menor prudência, e descobre que o pneu segura bem. Serra das Araras ficou pra trás, na mesma velocidade que sempre faço (acima da velocidade da pista) Na reta vai bem, apesar de achar que a área de contato maior me faz consumir mais gasolina (não fiz média de consumo)
Impress√Ķes nos primeiros 1.000km:

Parece que o pneu se acomodou, e a área de contato ficou mais arredondada. O fato é que o pneu torce e achata a lateral, e a área de contato é igual ou superior que um pneu de moto, comprovado com a filmagem:

PneuCarro
(Pneu de carro em moto – screenshot da √°rea de contato deitando a moto)
As curvas são feitas da mesma forma que antes, e na chuva não há percepção de diferença, a não ser quando na reta você vai bem melhor do que a média das outras motos (maior área de contato)
Manobras em baixa velocidade são feitas tranquilamente, até mais devagar.

Pneu da carro em moto: Pirelli Phantom (Post 19 de abr de 2016 08:17 por Road Garage)

DSC05436

Chega ao fim o pneu Maxxis Victra 205/45-r17 de carro que estava usando na moto, e entra o Pirelli Phantom 205/50-r17 para a Moto Expedição Alasca:
Pude felizmente constatar o que previa: o pneu de carro e uma boa op√ß√£o para viagens de longa dist√Ęncia, onde se mant√©m a moto mais na vertical que apoiada nas bandas laterais. O pneu teve o twi atingido ao mesmo tempo que as laterais apresentaram sinal de desgaste.
Rodamos 19kkm com esse pneu, o que deu uma autonomia 3kkm maior que a melhor opção até então, o pneu de moto Michelin Commander 2.
Pode parecer pouco, mas para o roteiro sugerido, irei trocar o pneu apenas uma vez, ao invés de duas. Já é uma diferença, além de poder achar esse pneu perfil 200 de carro mais facilmente que o de moto em qualquer lugar.
Comparando os dois pneus, o Pirelli passa mais conforto ao piloto por conta do maior perfil, e promete durar mais de acordo c seu índice de carga, largura e profundidade dos sulcos.
Quanto a pilotagem, depois de abaulado nas curvas iniciais, se mostra bem amigável em curvas de baixa, média e alta, e extremamente estável na reta, inclusive com a opção de travar a roda traseira em frenagens, o que pode ser uma dor de cabeça com pneu de moto, pela menor aderência. Melhor na chuva, pior nos asfaltos irregulares, continuamos adentrando o lado negro da força.
Welcome to the darkside!

#harley #harleydavidson #sportster #sportstersofinstagram #sportstermagazine #harleydavidsonmotorcycles #sportster1200 #harleychoppers #honda #harleylovers #sportstermafia #custom #caferacer #softail #sportsterlovers #vrod #bobber #yamaha #harleysofinstagram #chopper #harleys #harleylife #scrambler #livetoride #harleysoftinstagram #motorcycle #brasil #motorbike #rioharley #revdupmotorcycles

www.revdup.com.br

Fonte: site ‚ÄúROADGARAGE‚ÄĚ (adaptado)

Blog no WordPress.com.

Acima ↑